ACE lyrics - Cor-De-Laranja

ACE
"Cor-De-Laranja"

Quem nao acredita
Que temos uma pessoa guardada
Uma alma geminada que nos esta predestinada
Ha quem julgue que nao andamos a procura de uma so pessoa
Com quem passar esta vida dura

Mas descobri a cura pra tanta falta de crenca
Logo a primeira vista, contigo, na tua presenca
Senti a minha energia
Colar-se na tua
Brincar com a tua
Rir, rimar e voar com a tua

Tudo parou por momentos
Tudo cessou de existir
Tudo por instantes pra assistir a cena evoluir
Foi um fluir um desfile de pontos em comum
Um alimentar de pontos vitais ha muito em jejum
Paixao cresceu em mim, algo bateu forte
E me deixou atordoado por uns tempos sem norte

Espero que a sorte me ajude
A esperanca nao mude
Que a paciencia aguente firme nesta atitude
Ate que surja ocasiao mais oportuna
Pra uniao deste poeta com a sua musa

Nao sabias disto? Nao?
Chegou a altura de descobrires
De sentires tenho uma razao
A dar-te para sorrires

Tas a ouvir? Aquilo que eu te digo, que eu faco, qu'eu te mostro, que por ti gravo
Tas a ouvir? A isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto

Queria levar-te numa volta num clube para fora daqui
Pra longe daqui, hoje, ou quando desse jeito pra ti
Respeito por ti mantenho por enquanto so sonho
Em tardes passadas contigo com vista pro Douro
Curtia passar o dia deitado, so a olhar
So a falar-te ao ouvido coisas ditas com arte
Massajar-te com o oleo perfumado a sandalo
Enquanto, incenso espalha aroma no meu quarto

Imagino-me a despir-te
Imagino-me a sentir-te
A beijar-te, a acariciar-te
Nunca fugir, nunca mentir-te
Ver poesia, cds mostrados
Ver nascer o dia contigo e quadros pintar-te
Fazer graffs com o teu nome, colours ou silver
Passar isto para a realidade por saber como e incrivel
Quando comunico contigo tenho prazer de te ver
Guardo a tua imagem nos olhos para me manter a sorrir
Luto com tudo e com todos se for preciso mas fico!
Nao arredo pe que afinco na conviccao do que sinto

Nao sabias disto?
Chegou a altura de descobrires, de sentires
Tenho uma razao a dar-te para sorrires

Tas a ouvir? Aquilo que eu te digo, que eu faco, qu'eu te mostro, que por ti gravo
Tas a ouvir? E isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto
Tas a ouvir? Aquilo que eu te digo, que eu te faco, qu'eu te mostro, que por ti gravo
Tas a ouvir? E isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto

Queria que visses o mundo diferente do que conheces
Que vivesses uma vida a serio como a que mereces
Que me tivesses a teu lado
Para que acreditasses nas possibilidades de encontrar a felicidade se amasses
Se visses, que a atraccao e bem mais que fatal, mais que local

O meu interesse em ti e mesmo total, e platonico, nada existe ninguem sabe
Ninguem se apercebe disto, que em mim quase nao cabe

Quase expludo, guardo tudo isto bem la no fundo
Aguardo a tua receita pra trazer ao meu mundo
Nao me iludo
Mas acredito no sentimento
Acima de tudo espero que isto fique no pensamento
Que te faca sorrir, vibrar de contentamento
Parar por um momento, fazer contas ao tempo

Ja perdido sem sentido, acreditas no destino?
Tatuei no braco por saber que me ia encontrar contigo
Arrepiei-me quando vi pela primeira vez o teu sorriso
E enquanto escrevo isto arrepio-me quando penso nisso

Nao sabias disto?
Chegou a altura de descobrires, de sentires
Tenho uma razao a dar-te para sorrires

Tas a ouvir? Aquilo que eu te digo, que eu faco, qu'eu te mostro, que por ti gravo
Tas a ouvir? E isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto
Tas a ouvir? Aquilo que eu te digo, que eu faco, qu'eu te mostro, que por ti gravo
Tas a ouvir? E isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto